Planejar 2021 é mais do que preciso, é essencial!

O ano mal começou, mas parece que promete grandes acontecimentos.

Apesar de ainda não estarmos livres do COVID, os países já vem apresentando um plano de imunização com as vacinas aprovadas mundialmente, inclusive há aqueles que nessa corrida estão bem à frente do Brasil.

Como o nosso problema não se resulta somente a uma crise de saúde pública e sim política, parece que os governos estaduais deverão agir com mais autonomia, sem depender muito do direcionamento que deveria vir através do federal.

Não pretendo falar de política neste artigo, até porque se espera que com este novo ano, novas possibilidades surjam, inclusive as novas formas de gestão pública nos municípios. Entretanto, parece que o brasileiro ainda não se atentou que mesmo com o fim da pandemia, a economia ainda vai sentir o impacto do período de isolamento.

O Brasil vem sofrendo sucessivas crises econômicas e políticas, a corrupção no esquema da lava jato levou o país a um índice de desemprego altíssimo, tendo em vista que boa parte das empreiteiras estavam envolvidas e a cadeia de empresas que forneciam para elas tiveram seus faturamentos drasticamente reduzidos, o que resultou em novas demissões e até falências.

Foi um momento muito difícil para país e não só pelo aspecto financeiro, mas de conduta e ética nacional, e que ainda não foi resolvido 100% e sejamos sinceros, quanto mais procura, mais acha.

O bom é que mesmo diante de tudo isso, o ser humano parece possuir uma habilidade única de se reinventar e mesmo com tamanha desgraça, o mercado nos apresentou novas formas de trabalho, principalmente com a entrada de aplicativos como Uber, 99 e Cabify, além de dar ênfase e espaço para discussões relevantes sobre Compliance e Políticas Anti-corrupção.

O que era antes uma responsabilidade de Compras e Auditoria passou a ser compartilhada e políticas de anticorrupção começaram a surgir dentro das organizações a fim de educar as pessoas sobre a importância de manter um dever ético e moral.

Ainda temos muito a viver sobre o tema, pois quando observamos o comportamento das pessoas, percebemos que assuntos básicos como respeito, ética e regras de convivência ainda não são seguidas corretamente, mas chegaremos lá e 2020 mostrou que a mudança de comportamento é precisa.

E essa mudança também deve acontecer no comportamento de consumo. 2020 mostrou que planejar é preciso, que não podemos ficar a mercê de políticas econômicas emergenciais e que ter uma gestão de gastos bem efetiva é essencial para a sobrevivência.

Seria ideal se as novas gerações já tivessem em sua formação educacional básica ou se os pais ensinassem os seus filhos sobre planejamento financeiro, desta forma, reduziríamos drasticamente o índice de endividamento no Brasil, bem como, aumentaríamos as políticas de créditos e possibilidades de obter com o planejamento necessário, o que se deseja.

Como sugestão, existem cursos e aplicativos que te auxiliam a fazer essa mudança de chave, dentre eles recomendo os de GESTÃO DE FINANÇAS BÁSICAS do Banco Central do Brasil e o de COMPETÊNCIA TRANSVERSAL – FINANÇAS PESSOAIS do SENAI SP.  

A própria XP Investimentos desenvolveu uma escola que te auxilia, por meio de cursos bem estruturados, a fazer bons investimentos e a Mobills produz excelentes conteúdos sobre o assunto, inclusive tem um aplicativo muito bom que funciona para Android e iOS.

Portanto, não tem desculpa, comece a planejar financeiramente o seu 2021 para que diante das adversidades não seja pego desprevenido!

Feliz Ano Novo 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s