Alguns cuidados que todo profissional deve ter ao utilizar as redes sociais.

Em um workshop realizado dentro de uma universidade de São Paulo, fui convidado a palestrar sobre Redes Sociais e Carreira. Para fundamentar a minha apresentação, tomei como base uma pesquisa da OfficeTeam (empresa do grupo Robert Half) que tratava de comportamentos na internet que geram impactos negativos na carreira.

A pesquisa foi realizada com 300 gerentes de RH no mundo todo e aponta que, para 45% deles, postagens inadequadas (nas redes sociais) podem custar à participação em processos seletivos. Além disso, um em cada três recrutadores entrevistados considera que fotos inadequadas também são motivo para cortar um profissional de uma seleção.

Utilizei-me dela para comprovar que as redes sociais têm ganhado a atenção de recrutadores e que os maus comportamentos apresentados nelas, têm feito inúmeros profissionais perderem boas oportunidades.

Há quem pense que os olhares dos recrutadores estão unicamente voltados para redes sociais como BeBee e Linkedin, mas sinto lhe dizer que não. Facebook e Instagram também tem ganhado a atenção de Especialistas em Aquisição de Talentos quando o assunto é recolocação.

Talvez você me pergunte o porquê que as empresas vêm se preocupando com a postura dos candidatos e até de seus colaboradores nas redes sociais. A verdade é que hoje as organizações despertaram para o que os especialistas em marketing vem falando a muito tempo, a necessidade de se preocupar com a reputação da marca. E os colaboradores são parte disso!

Vivemos conectados, as barreiras que separavam as pessoas do mundo inteiro, caíram por conta da globalização e da tecnologia e hoje em dia, o Facebook e o Instagram também são redes onde se encontram empresas, recrutadores e candidatos.

Garanto a você que não são todas as empresas que fazem essa análise no processo de contratação. Mas afirmo que essas ferramentas também nos servem para obter maiores informações sobre o candidato dentro de um processo seletivo.

Vale ressaltar que, quem hoje representa uma empresa através das áreas Comercial, Relações Públicas, Comunicação em geral, Recursos Humanos, Liderança, Cargos estratégicos e de Diretoria, é bom tomar cuidado e começar a repensar sobre seu comportamento e reputação digital.

Para os demais profissionais, sugiro que se preparem para essa mudança que brevemente nos será acometida.

Na apresentação listei os principais erros cometidos nas redes sociais. São eles:

  • Transformar rede social em consultório psicológico;
  • Não se limitar entre o público e o privado;
  • Se tornar mais corajoso(a) nas redes sociais;
  • Não compreender que cada rede tem o seu objetivo;
  • Adicionar todo mundo;
  • Não tomar cuidado com o que postam e compartilham em seu perfil público, página de amigos e grupos;
  • Postar todas as fotos;
  • Não tomar cuidado ao expor suas opiniões.

Além dos principais erros cometidos, a pesquisa também fala dos principais perfis encontrados nas redes sociais. São eles:

1. O crítico mal-humorado·

Como age: não há limites para suas críticas. De colegas de trabalho a temas de política, nada escapa de suas ácidas observações.· Por que se queima: pode ofender ou causar mal-estar por conta de tornar pública sua opinião sobre pessoas ou fatos.

2. O viciado em selfies·

Como age: publica selfies a todo momento e em todos os lugares, inclusive no trabalho.· Por que se queima: passa a impressão de uma pessoa vaidosa e de ego inflado. Caso colegas de trabalho, chefes e recrutadores vejam fotos inadequadas, sua imagem profissional pode ser comprometida.


3. O detalhista· Como age: festas, viagens, refeições, restaurantes, reuniões, livros. A cada passo, uma postagem.· Por que se queima: a compulsão em publicar e atualizar seu status nas redes além de chata, aumentam as chances de que alguma postagem inadequada apareça para chefes, colegas de trabalho ou recrutadores. Principalmente, se configurações de privacidade não forem utilizadas.


4. O acumulador de conexões

· Como age: não seleciona as pessoas em sua rede e manda convites para qualquer um. Quantidade parece ser mais importante do que qualidade.· Por que se queima: forma uma rede de contatos vazia, ineficiente e que em nada acrescenta a sua carreira.

5. O ausente·

Como age: não age, na verdade. Não publica nada, não atualiza seu perfil.· Por que se queima: ao deixar de atualizar perfis em redes como o LinkedIn, por exemplo, ou fóruns e grupos de discussão o perde visibilidade no mercado e, consequentemente, oportunidades profissionais.

Próximo ao final do evento realizamos um exercício simples sobre identidade e imagem, e deixei como sugestão de exercício para os participantes, a reflexão sobre qual a imagem que eles gostariam de transmitir e qual tem revelado em suas redes sociais.

Vale a pena pensar sobre o assunto.

Para acessar a pesquisa da OfficeTeam/Robert Half clique aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s